Barbarismo

Estou escrevendo um texto sobre classes customizadas para a leitura de configurações no .NET..., mas senti que a palavra "customizadas", apesar de muito utilizada nas empresas e em especial na área de informática, não soa legal...

Customizar vem da palavra "customize" e que vem de "customer", "cliente" em inglês, ou seja, construir, alterar ou reformar conforme especificações individuais. Pode ser um estrangeirismo, o ato de adotar uma palavra de outra língua se não tivermos uma correspondente. Se tiver uma correspondente, é chamado de barbarismo.

Então, para não correr o risco de um barbarismo, resolvi colocar a palavra "personalizar". Melhor, não?

Senão vou começar a usar termos como "deployar" em vez de "implantar", "buildar" em vez de "compilar", etc..., aí não dá certo, rs.

[]'s

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Trocando configurações padrão do Live TIM

Testes automatizados em sistemas autenticados com certificados digitais, usando Selenium e PhantomJS

ORA-01843: not a valid month